Longos, Hits do Verão!

 

Os vestidos longos, que terminam sobre os calcanhares, ou até mesmo abaixo deles foram os grandes hits do ultimo verão europeu. Aqui no Brasil, eles prometem repetir o sucesso.

O calor está iniciando e nada mais confortável, leve e casual como um belo vestido longo. Para as adeptas do estilo hippie-chic deve optar por estampas florais, tie-die, dip-die ou mesmo arabescos; as clássicas podem optar pelos vestidos chemisier ou com saias bem rodadas e cintura marcada; e as sofisticadas podem investir em modelos étnicos, como caftan.

Qualquer que seja a escolha é importante preferir vestidos feitos em tecidos leves e esvoaçantes como o voil, seda, cetim e viscose, que são as melhores opções. As baixinhas devem tomar cuidado com a escolha dos longos para não achatar a silhueta, optando então por cores sóbrias e vibrantes, de modalegem solta, nada reto ou de formato quadrado. Os modelos com cintura império valorizam quem tem quadris largos.

Nos pés, use sandálias gladiadoras, rasteiras ou com saltos, plataformas com sola em madeira ou corda, bem a cara dos anos 70, ou com sapatos masculinos como o oxford, sem salto e com bico afilado. Esta ultima opção traz um ar moderno ao look!

As bijuterias devem acompanhar o tamanho da peça: pode ser um brinco, uma pulseira ou um colar grande. Use apenas uma peça para não carregar no visual.

Anúncios

Luxo Democrático!

Muito comum nos Estados Unidos e na Europa, o aluguel de bolsas de Grifes de luxo, sonho de consumo de inúmeras mulheres, agora tem endereço certo no Brasil. A FeelChic, que resultou do investimento de quatro sócias, abriu as portas na grande São Paulo expondo para aluguel bolsas de grandes grifes como Louis Vuitton, Hermes, Prada, Chanel, Gucci, Dior e Miu Miu.

A FeelChic é uma empresa que traz ao Brasil a mais nova tendência de consumo de acessórios de luxo no mundo. As clientes podem alugar a bolsa do seu Dsigner predileto por uma semana, um mês ou se desejar por mais tempo.

“Como somos muito amigas, a gente nunca viu problema algum em pegar um acessório emprestado se tem uma festa para ir. Só que, agora, a gente passou a emprestar bolsas para quem a gente não conhece e a lucrar com isso. Lá fora, esse negócio deu muito certo, e resolvemos arriscar”, conta uma das sócias, a médica Paula Ranzini. 

No filme Sex and the City a personagem de Jennifer Hudson –  a simpática e eficiente assistente de Carrie Bradshaw, vai para a entrevista de emprego com uma bolsa Louis Vuitton e diz que o acessório é alugado. No longa, a assistente até diz o nome da loja onde fez o “empréstimo”: é a Bag Borrow and Steal, que trabalha com quase 40 marcas de bolsas, 28 grifes de jóias e 10 marcas de óculos escuros.

A empresa, que é uma das mais conhecidas nos EUA, também atende pela internet e faz até lista de espera para as bolsas que, de tão cobiçadas, nem esquentam lugar nas prateleiras. Para alugar por uma semana, por exemplo, há opções de bolsas por menos de US$ 15 (cerca de R$ 32) até US$ 400 (cerca de R$ 840). 

É normalíssimo hoje em dia alugar carros, casas, bicicletas, vestidos de noiva, smokings, copos, talheres, perucas, barcos, não é mesmo? Estava demorando que alguém tivesse a idéia de alugar um dos maiores objetos de desejo do consumo moderno: as bolsas de grife. Sabe-se lá em que “encarnação” a maior parte das pessoas teria dinheiro para comprar alguma dessas bolsas?

Acha a idéia esquisita? Pois vá se acostumando com ela. O negócio é rentável e se atualmente até barriga pode ser de aluguel, porque não uma bolsa?

Site: http://www.feelchic.com.br

Acessório Chique!

A palavra CHAPÉU provém do latim antigo “cappa”, “capucho” que significa peça usada para cobrir a cabeça. Após a década de 30 e até hoje, os chapéus passaram a ser encarados como um acessório de vestimenta e proteção.

Nos países tropicais, o uso dos chapéus tem função protetora contra o sol e contra as intempéries. Nos países de climas frios, o chapéu tem uso mais freqüente sobretudo como proteção do vento e temperaturas baixas.

Todo mundo conhece a fama dos chapéus de Londres, os conhecidos ‘Wedding hats’ (chapéus de casamento). E recebem este nome por serem realmente chapéus de casamento. Geralmente utilizados pela noiva, madrinhas e convidadas, os chapéus são muitas vezes bem grandes e com muitos adornos.

Os casamentos ingleses são realizados durante o dia, principalmente na parte da manhã. Para a noiva, por exemplo, é mais indicado usar o chapéu durante o dia, já que em casamentos realizados à noite o vestido é mais sofisticado e o visual ficaria muito pesado com o adorno, e contraditório ao propósito do chapéu, que é proteger o rosto do sol.

Materiais utilizados para confecção

Os materiais mais usados na confecção de chapéus para casamentos são o crinol francês e as palhas italiana e francesa. O crinol é mais sofisticado e frequentemente usado em eventos mais formais e a palha é preferida para eventos informais, podendo ser utilizada em seu tom natural.

Muitas mulheres levam às chapeleiras o tecido do seu vestido para fazer um casquete, que pode ser acrescido de voillet, aplique de flores artificiais, broches ou arranjos em pedrarias.

Os Modelos disponíveis no mercado

Os mais procurados para casamentos são casquete, capeline, canotier, breton e meio breton. O casquete é um chapéu pequeno e sem abas e o capeline possui abas maiores.

 

O canotier possui uma cúpula achatada e abas estreitas. O breton tem abas curtas e viradas para cima, e o meio breton é aquele com abas curtas viradas apenas na parte da frente.

O chapéu confere a sutileza necessária para a cerimônia. Na sociedade britânica usar chapéu não é um costume apenas em celebrações religiosas ou festivas, no dia-a-dia também é muito utilizado, sobretudo na “high society”, indicando a posição de status social. Coisas da tradição britânica!

Dica: Em Salvador, o aluguel de chapéus pode ser facilmente encontrado através do contato da chapeleira Lícia. Local: Barris, telefone: 3328 6060

 

Looks interessantes!

Bem, acabei de fazer algumas monstagens de looks interessantissimos e que podem ser usados em diversas ocasiões. Tem opções para os mais variados estilos e principalmente me preocupei em garimpar peças usuais que podem ser aproveitadas em nosso dia a dia.

Estampas, black total, babados, sapatos oxford e safari chic para que você possa escolher sua peça preferida ou seu look completo e possa desfilar por ai com muito estilo e elegância.

Vai bater perna no shopping? – O jeans acompanha bata de laço, cardigan de bolinhas, bolsa em pitton e sandália rasteira.

Safari chic para ninguem botar defeito –  O casaco estilo safari com os acessórios em tons terrosos é uma combinação perfeita para uma noite fria. O vestido estampado é a peça chave e pode ser usado com ou sem o casaco.

Cansada dos looks fechados do trabalho? – Aposte na bolsa de couro de avestruz, vestido despretencioso e bailarinas que te deixam chique e confortável.

Quer uma noite inesquecivel? – Aposte no vestido estilo charleston, cheios de babados, a ultima moda da temporada de verão.

Quer relembrar James Jean? – Essa é uma aposta bastante atual. A moda trouxe de volta os anos 60 e 70 e todas a suas peças remodeladas. Jaqueta estilo motociclista, a camisa quadriculada em preto e branco, jeans e bolsa carteira. O máximo!

Jantar na casa dos amigos? – O vestido preto básico tem elegância garantida associado ao sapato oxford P&B. Bolsa carteira vermelha em pitton para dar um toque de cor.

Almoço na casa de amigos? – O vestido estampado coloca a produção em ton de descontração, a cintura marcada pelo cinto preto está na ultima moda e a sapatilha amarela completa a alegria do look.

1º encontro? – Black total para causar impacto. O blaiser acompanha para aquecer e dar um toque estiloso. As sandálias de tiras e solados vermelhos moderniza e deixa você po-de-ro-sa!

 

Já escolheu o seu?

Destaque Fashion

A pedidos, mais uma vez, dicas sobre o uso dos lenços, essa peça que se tornou um megahit deixando o pescoço e colo das fashionistas cheio de estilo.

Os lenços são ótimos complementos de moda e realçam vestidos, tops e pullovers justos. Os tecidos de fabricação dos lenços compreendem desde a seda ao chiffon. Pode-se usar em diversas formas, criando laços ou “a lá Balenciaga”, chamamos de amarração palestina, que é o lenço, dobrado em formato triangular, enrolado no pescoço de forma a deixar três pontas no colo, o bico do triangulo e as outras duas extremidades.

 

As versões de seda e cetim ficam perfeitas em forma de laço e conferem um ar chique e romântico ao visual. Tecidos mais fluidos, como a musselina e o chiffon, são perfeitos para o modelo com um nó lateral, pois não criam volume no pescoço. 

 

Quem tem pescoço curto deve optar por um tecido mais leve, além de manter o lenço distanciado do queixo. Já quem tem pescoço longo pode enrolá-lo várias vezes. É um acessório que só acrescenta e dá estilo.

 

Nas fotos abaixo, temos diversas formas de usá-lo, como por exemplo dobrado em formato triangular, tipo escoteira. Temos também a versão do triangulo lateral com as franjas soltas, o charme do lenço amarrado de lado com uma longa ponta na frente, o clássico gancho e o lenço mais curto com pontas longas e um nó no pescoço.

 

Escolha a sua versão e acerte no destaque fashion!